NUNCA ESVAZIE sua PISCINA

NUNCA, se deve esvaziar uma piscina, sem uma prévia e eficiente avaliação técnica, pois, esse procedimento depende das condições: localização da piscina, tipo de piscina, das condições do solo, etc. 



É preciso, também, na maioria dos casos, um escoramento prévio, pois, elas são projetadas para sustentar a pressão da água (interna) se contrapondo com a pressão externa (solo).

As piscinas de fibra, vinil ou alvenaria sofrem pressão externa e com o esvaziamento, se rompem e ficam totalmente inutilizadas.

Por isso, até mesmo em casos extremos como na ocorrência de enchentes, invasão de lama, etc,  a indicação é de chamar uma ajuda especializada para tratar a água da piscina, até que ela se torne, novamente, apta para o uso.

Os reparos subaquáticos, são feitos por profissionais especializados com equipamento de mergulho, como escafandros e todo o material de mergulho necessário...

Com a criatividade, a evolução da tecnologia, a manutenção, tornou-se muito mais fácil, sem a necessidade de esvaziar as piscinas.

Assim, atualmente é possível fazer reparos de vazamentos, troca de ralos, azulejos e rejuntes, com toda a segurança.

Por isso, antes de mais nada, consulte um técnico especializado para uma avaliação objetiva da situação de sua piscina.

Enfim, esvaziar a piscina, desnecessariamente, pode trazer um grande desperdício, e principalmente, prejuízo financeiro!!!


Postar um comentário

0 Comentários